Gestão de ativos para a manutenção e operação dos sistemas operacionais

 

Como podemos melhorar a gestão de ativos da Compesa para aumentar a eficiência na manutenção e operação, maximizando a capacidade produtiva, a confiabilidade dos sistemas e a lucratividade?

Resumo

O desafio Gestão de ativos para a manutenção e operação dos sistemas operacionais visa promover a integração dos processos e estruturação de dados sobre o desempenho e as condições dos ativos. 

Com isso, espera-se agilizar o processo de reposição de peças e alocar de modo eficiente e estratégico os recursos para manutenção e operação levando em consideração a vida útil dos equipamentos.

Quais os resultados esperados?

  • Aumento na vida útil dos equipamentos e sistemas; 
  • Redução da necessidade de investimentos antes do previsto;
  • Aumento da confiabilidade, produtividade e lucratividade;
  • Adequação do  registro dos ativos;
  • Redução dos equipamentos descartados sem gerar ganhos; 
  • Ganho no faturamento anual;
  • Redução de erros operacionais;
  • Aumento da eficiência e alta produtividade; 
  • Baixo tempo de manutenção;
  • Alívio nos setores de manutenção e setores jurídicos;
  • Reinvestimentos dos recursos economizados promovendo melhoria do serviços e satisfação dos clientes.