Otimização do abastecimento de água

Como podemos otimizar o abastecimento de água e minimizar as perdas hídricas de forma a tornar a gestão mais eficiente e aumentar a satisfação do cliente em todo o Estado?

Resumo

O desafio Otimização do abastecimento de água visa minimizar o impacto causado pela baixa disponibilidade hídrica e assim reduzir ou evitar a implantação do rodízio do abastecimento de água. 

Ainda, pretende minimizar o desgaste acelerado das tubulações/válvulas, aumentando assim o tempo de vida útil desses ativos; melhorar a relação entre a companhia e o cliente, aumentando a satisfação do mesmo com a Compesa; reduzir os processos judiciais e a inadimplência, aumentando a arrecadação; e reduzir a existência das fraudes e de clientes clandestinos, que diminuem o faturamento.

Quais os resultados esperados?

  • Melhore o índice do abastecimento de água (IAA), além de manter a continuidade do abastecimento (Índice de Continuidade do Abastecimento – ICA);
  • Diminua a fadiga de rede;
  • Diminua chamados de reclamação de vazamentos ou a falta de abastecimento (RA);
  • Reduza a despesa com mão de obra voltada às manobras para a efetivação do rodízio cotidianamente, bem como minimize a despesa nas gerências para a elaboração do calendário de rodízio;
  • Aumente o faturamento com a consequente redução das perdas;
  • Otimize o abastecimento de água e melhore a distribuição de água de maneira a diminuir o impacto da intermitência do abastecimento atual;
  • Promova ou facilite ações voltadas ao combate das perdas de forma a possibilitar uma melhor gestão;
  • Reduza o tempo de reparo dos vazamentos com a implantação de novas tecnologias, materiais e equipamentos, bem como de novas formas de instalações que reduzam a incidência de vazamentos; 
  • Diminua as perdas não-visíveis e comerciais através do aprimoramento ou criação de novas tecnologias aplicadas para a detecção de vazamentos, habilitando a gestão de ações de pesquisas de vazamento que priorize ações em localidades a serem efetuadas, possibilitando reduções das perdas dos vazamentos não visíveis;
  • Criação de novas tecnologias aplicadas e o aprimoramento das nossas ações de combate às ligações clandestinas.